Casos Especiais
23/04/2008 - Tenho um Pit Bull que adotei do Projeto CEL


Quando eu adotei a Pantera ela estava muito debilitada devido os maus tratos do seu ex-dono, e eu junto ao Projeto CEL conseguimos curá-la.

Ela estava na época com uma doença chamada Erliquiose, que é transmitida pelo Carrapato Estrela, e em um grau pouco elevado. Demos os antibióticos e em pouco tempo ela estava curada, mas como o antibiótico era muito forte ela ficou com a imunidade baixa, e tive que ministrar o Emolitam para que as plaquetas voltassem ao normal.

Ah, que alegria que tudo passou agora está tudo bem. Passou alguns meses e ela começou com um sangramento na vulva e eu, como nunca tive um cachorro, logo achei que fosse cio - seria bom se fosse. Na verdade era Piometra em um grau muito elevado, e tive que operá-la às pressas. Na época ela tinha em torno de 27 kg hoje ela tem cerca de 40kg - de pura saúde!


OBRIGADO PROJETO CEL POR TER ME DADO ESTA ALEGRIA DE TER UM ANIMAL TÃO LINDO. HOJE ELA NÃO É UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO E SIM UM MEMBRO DA FAMILIA.

Ass,
Felippe Thiago Rodrigues



« voltar